Minha lista de blogs

domingo, 5 de fevereiro de 2012

UM CARNAVAL SEM NOÇÃO

                                                         
Essa é lógico que não poderia deixar de compratilhar com vcs!
Ontem fui com marido e um casal de amigos numa festa de carnaval, um pagodão mega bom, num espaço pequeno, onde só haviam famílias de um condomínio.
Confesso, mesmo mortinha tava amando o pagodão (eita alma carioca rsrs), ficava em pé, balançava discretamente dentro do meu limite até que teve uma hora que sentei, marido pegou uma cadeirinha e colocou num cantinho pra mim, imagina eles em pé dançando e eu remexendo na cadeira ....tava assim, sem incomodar ninguém....hehe
O fato sem noção é que tava no meio da galera uma gringa, sei lá de qual país inventado pelo capeta a mulher era, pq tava num fogo fora da realidade...ela dançava relando em todo mundo, sei lá se ela chegou achando que tudo no brasil pode....mas...
Eu lá sentada no canto e ela vem e me dá um  puxão (pelo braço direito, ou seja, o lado da prótese que quasse não dói srsrs) nessa hora fiquei irritada, fiz cara de brava, xinguei explicando (dã, como se ela fosse entender né?rsrs) e ai pra piorar a menina sem entender bulufas (burra, pq eu tava numa cara de brava pra caramba) ela veio, sentou no meu colo  see jogando em cima de mim pressionando minha prótese sem dó....
Gente eu fiquei doida, com minhas unhas grandes apertei o peito dela com tanta força e empurrei com mais força ainda...minha amiga que fala inglês tentou conversar com ela pra explicar mas nem inglês ela sabia.
Pôxa, eu fiquei muito chateada, pq eu tava ali sem incomodar ninguém mas curtindo do meu jeito...
Ai eu  penso né...eu no meu país, na minha e sou obrigada a sentir dor por causa de uma imbecil que nunca me viu na vida???
Eu não quero nem tentar entender a pretenção dela, se era me animar, mas pelo amor né...cadê o respeito das pessoas???? se tava sentada num baile de carnaval era pq não podia tá pulando certo????
Acabou????
E fiquei indignada...
Só sei que depois da minha bronca e minha unhada básica pra me defender haha, o fogo dela abaixou hahaha.
E é muito fácil de entender, ali era lugar pra mim sim, eu tô viva, posso ir onde eu quiser e fazer o que eu quiser, não é pq tô tratando um câncer que tenho que ficar de cama me privando de tudo... e seu direito acaba quando começa o meu e sóoooooo.
Num acham???
Bju bju
E olha o respeito que sou brava haha.
A prótese doeu um pouco bom na hora mas eu sou ninja e mostrei logo que o direito de não dançar era meu hehehe.

7 comentários:

Kátia Gama disse...

ai querida! que absurdo! Tem muita gente sem noção nesse mundo viu!
Domingo eu também tenho uma festa de carnaval mas vai ser na rua.. já avisei a todos os meus amigos que vou ficar bem no fim do bloco e se começar a me sentir pressionada pelo povo vou embora..te entendo completamente precisamos sair para ver gente ou então enlouquecemos!

Clau Finotti disse...

Bom dia!

Menina, acho que esse povo vem pra cá e acha que talvez sejamos selvagens, principalmente em festas de Carnaval.

Eu daqui fiquei injuriada com essa história, imagino no seu lugar...affff...

E uma festa de amigos é lugar pra vc sim, mesmo em tratamento, sempre é. Se estivesse no sambódromo, o povo te esbarrasse, daí nem podia reclamar muito, né? Mas entre amigos se espera que as pessoas tenham respeito.

Da próxima vez elabora um manual de etiqueta pra essa mulher na língua dela pra ela saber que mesmo no meio dos "índios", aqui tem que ter educação.

Beijocas.

Clau

saninha disse...

Oi, Lindinha, que bom que mesmo com essa doida , voce consegui se divertir, tem gente que nascer sem disconfiometro, palavra que minha irmã usa para pessoas sem noção. Bjs e que voce tenha uma boa semana.

Minhas Artes disse...

a linda que bom que vc conseguiu sair bem dessa, infelizmente tem gente assim mesmo, sem noção, que bom que mesmo assim vc aproveitou,e vc pode e deve ir aonde vc quizer, és livre tem o direito de ir e vir, o que falta é mais respeito com o ser humano em geral, se cuida linda beijus.

Maria Dias disse...

Ainda bem q suas garras te salvaram hein?rs...Esses gringos vem pra cá e ficam doidos como o nosso jeito alegre ,a caipirinha e a cervejinha,o clima quente,sei como é...Mas claro tem q se ter respeito e educação tem q ser uma língua universal(faça-me o favor!)vc fez mesmo muito bem e usar suas unhas e revidar...rs....Suas unhadas foram como um pedido de socorro.
Tem gente q é abusado mesmo,ontem saí da academia e fui tomar um sorvete pra refrescar um pouquinho e relaxar, aí tinha uma mulher com uma bolsa Louis Vuitton tamanho de um bonde...Pois a mulher ao invés de colocar a bolsa de ladinho colocou ela toda a mostra e ocupando quase um lugar inteiro sabe?Bem, ela tinha uma cara tao de babaca q eu quis sentar justamente naquele lugar!rsrsrs...Fala sério!Nada contra a Vuitton q eu inclusive sou fã, mas contra estas pessoas metidas a besta q se acham mais q os outros(acho q ela achou q ninguém se atreveria a tirar o lugar da bolsa, se ainda fosse m cachorrinho mas uma bolsa não pode...rs.

Bibia Bueno disse...

Acho um ABSURDO esses gringos que vem pra cá e acham que podem faltar com o respeito assim!!! Aliás, fico irritada com brasileiro sem noção que faz não respeita os outro. Odeio coisas assim! Eu curto bebericar, mas cada vez menos vou à lugares onde rola muita bebedeira porque não tenho mais saco pra esse tipo de coisa! :(

Nutrição, Culinária e Tecidos disse...

Pois é, os gringos vem para o Brasil e acham que aqui tudo pode, um tremendo desrespeito.
Ainda bem que tem unhas grandes kkkkk.
Tem selinho pra vc lá no meu cantinho.
Abraços
Vanessa